Notícias

  • Diminuir fonte
  • Fonte normal
  • Aumentar fonte
  • Adicionar a favoritos
  • Imprimir
  • Enviar para amigo
  • Adicionar RSS

27/07/2017  | Oncologia

Bactéria pode estar envolvida na resistência ao tratamento do câncer colorretal

Pesquisadores identificam que bactéria do intestino bloqueia ação da quimioterapia

bacteria câncer

A recorrência e o mau prognóstico do câncer colorretal podem depender de uma bactéria que habita a microbiota intestinal. A conclusão é de uma pesquisa de cientistas americanos e chineses publicada hoje na revista Cell. Eles descobriram que a bactéria Fusobacterium nucleatum é capaz de interferir na ação da quimioterapia, impedindo a morte das células de tumor.

As principais quimioterapias contra o câncer colorretal agem inibindo a atividade de enzimas das células cancerígenas e provocando a morte delas por apoptose, mas algumas células tumorais conseguem escapar por autofagia. Os pesquisadores observaram que a bactéria em questão potencializa a autofagia das células de câncer.

Os pesquisadores ainda não sabem o que aconteceria se a bactéria fosse eliminada ou reduzida.”Não temos uma abordagem específica para selecionar ou controlar a Fusobacterium nucleatum e não sabemos se a abundância dessa bactéria está relacionada à resistência de outros tipo de câncer”, diz o autor da pesquisa Weiping Zou da Michigan Medicine.

A  ideia de buscar por bactérias que poderiam estar relacionadas à resistência à quimioterapia veio de uma pesquisa anterior do grupo publicado na Cell em 2016, no qual estudaram o impacto das células T na quimioresistência e identificaram que a reposta imune está inversamente associada com com a resistência à cisplatina em câncer ovário.

 

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks

Pesquise no site

Agenda de Eventos

novembro
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930EC

Enquete

Qual sua opinião sobre a compra pelo Ministério da Saúde da asparaginase chinesa?


Loading ... Loading ...

Seções

Edição atual

CAPINHA_167x219

Onco& Ano VII – Ed. 37

Capa:
No rastro do câncer: uma atualização sobre detecção precoce
Entrevista: 
Evandro de Azambuja, brasileiro radicado na Bélgica, defende ensaios clínicos mais abrangentes
e fala das lacunas existentes no tratamento do câncer de mama
Discussão de Caso:
Adenocarcinoma de pulmão e uso da imunoterapia
Panorama:
Associação entre diabetes e câncer ganha espaço

Preencha os campos abaixo para enviar esta página

:
:
:
: